Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Resenha do livro Exclusivo - Kate Brian;

by - julho 09, 2012

Hellows, amoras! Como vocês vão? Então, depois de muito tempo sem uma resenha aqui, venho hoje compartilhar com vocês um livro que uma amiga me emprestou, Exclusivo. Esse é o primeiro livro de uma série, até bem grandinha. 


Título Original: Private
Autora: Kate Brian
Editora: Record
Páginas: 304
Nota: 2/5

Reed é a garota nova no internato Easton. Ser admitida ali é para poucos, e Reed vê que seu destino começar a brilhar. Porém estar na Easton Academy é muito diferente de ser aceita por seus alunos. Deslocada demais, Reed se esforça para se enturmar, porém parece que seus esforços são em vão. As meninas parecem sofisticadas e exibicionistas demais para ela. Até que conhece as garotas do Alojamento Billings. Elas são as garotas mais bonitas, inteligentes e bem colocadas do campus. E elas sabem disso; o poder está sempre nas mãos dessas meninas. Por isso, Reed, imediatamente, procura ser aceita pelas Billings, a todo custo. A cada tentativa de inclusão, Reed descobre que as meninas têm muito mais do que rostos bonitos; elas mantém segredos, e estão dispostas a fazer qualquer coisa para mantê-los em segurança. 

Certo. Parece tão fácil gostar desse livro! Garotas bonitas, roupas lindas, controle nas mãos de poucas, que sabem usá-lo a seu favor. Parece o tipo de mundo que todas nós gostaríamos de ser inseridas, certo? Mas eu, definitivamente, não gostei muito dessa trama - nota-se apenas pela minha nota. Achei, sinceramente, a história boba demais, fraca mesmo. Clichê, talvez. Sabe aqueles problemas que tem certeza de que faz você revirar os olhos? Sim, eles estão presentes na vida dos alunos de Easton. Drogas, bebida, amores impossíveis. Não achei nada de mais. Não apreciei muito o ritmo da escrita, também. Achei a Reed meio evasiva. Algumas situações não ficam claras, ficam naquela coisa "tente adivinhar, querida". Não sou muito fã disso. E para completar, tenho que falar da Reed. Cara, ela é uma personagem fraca. Uma maria-vai-com-as-outras. Parece que ela não tem personalidade alguma. Entendo que ela esteja encantada com as meninas do Billings, mas por que correr tanto atrás delas? Ela poderia muito bem ter ficado satisfeita com as colegas de alojamento. Todo esse draminha de ficar tentando ser aceita pelas Billings é meio... hm, idiota. E todo o rolo com o Thomas é bem bobinho também. Achei que faltou muita autenticidade na história e na construção da personagem. 

Embora eu tenha exposto minhas opiniões acerca deste livro, espero mesmo, de coração, que vocês tirem a prova por si mesmas. Talvez eu não estivesse tão inspirada assim para esse tipo de livro, quando o li. Então, se querem lê-lo, passem por cima das minhas opiniões, viu? 

Espero que tenham gostado da resenha - apesar de ela ter sido completamente negativa. 

~Com todo coração, Nina.

You May Also Like

3 comentários

  1. Ah, eu imaginava algo completamente diferente desse livro. Ainda bem que li a sua resenha, porque senão ia ler ele perdinha. Também não gosto muito quando a gente fica sem entender nada no livro, tentando adivinhar as coisas. :s

    Ah, eu estou seguindo aqui, será que poderia retribuir? http://jeito-inedito.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. NINAAAAAAAAAAAAAA. Nossa... Imaginei esse livro meio que como Gossip Girl, ou algo do tipo...
    hahahahaha,
    uma vergonha eu estar aqui só agora, eu sei. Também mal tenho entrado no meu próprio blog..
    Como anda a inspiração A Louca que te atingiu? Ainda aproveitando muito ela?

    Beijos ;*
    AMor,
    Carol,
    http://caixa-a-a.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nina!
    Quanto tempo que eu não venho aqui!
    É uma pena que você não tenha gostado do livro, eu acho que também não iria gostar dele porque estou em um momento que sinto que minhas leituras estão amadurecendo, entende?
    Não gosto desses livros que são para você "descobrir" o que acontece na história... Fico com muita raiva!
    Parabéns pela resenha sincera!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja LGBTQfóbico(a), racista ou machista. O mundo agradece :)
Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.

Torne o mundo um lugar melhor: não seja babaca :)



INSTAGRAM