Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

#Irmandade das Seis: A Mulher do Viajante no Tempo

by - setembro 05, 2013

Essa é a primeira resenha por conta da Irmandade das Seis, e o livro escolhido e sorteado do mês de Agosto foi A Mulher do Viajante no Tempo. 


Desde quando assisti ao trailer do filme baseado neste livro me interessei pela história, que é uma mistura de "fantasia" com romance. A fantasia contida nele é muito mais inexplicável do que sobrenatural, digamos assim. Tanto é que no exemplar que li, em inglês, há uma legenda  que diz: "Aqui está o próximo The Lovely Bones (que deu origem ao filme Um Olhar do Paraíso)... Um raro livro". 

O ponto central da trama é a "doença" de Henry: ele é capaz de viajar no tempo. Às vezes, é capaz de interagir com ele mesmo, quando criança. As suas partidas geralmente acontecem quando está estressado, ou com dor de cabeça, e numa dessas viagens ele conhece Clare. A relação entre Clare e Henry é bem amarrada e vai sendo construída de modo tranquilo. Há certa predestinação, pois Henry a conheceu quando ela tinha seis anos, e este tinha 36. Às vezes, não há como prever o que vai vir a seguir, pois tudo é suscetível a mudanças. Clare, nem nós, sabe quando é que ele vai desaparecer. Isso dá certa instabilidade e ansiedade na leitura. É bonita a maneira como ambos lidam com a incerteza, embora em muitas partes eu tenha me surpreendida com as atitudes de Clare, por ser tão tranquila. 

Achei agradável a maneira com a qual a autora teceu a disposição das narrativas, que se intercalam entre os dois personagens. O começo foi um pouco confuso, pois tudo ainda estava muito cru e não havia muita apresentação, apenas narrava sobre cenas específicas, especialmente de Henry - sua primeira viagem, a relação que mantinha com seus pais, acidente de carro; cenas espaçadas e sem muita importância. Porém, quando a leitura "engrena", tudo se torna de fácil assimilação. As construções dos personagens é boa, ambos são bastante tranquilos e semelhantes - por isso o relacionamento deles é um tanto quanto "pacato", parado. Porém, isso, de maneira alguma, interfere na construção do romance. 

~*~

O livro deste mês de Setembro é Divergente, que estou louca para ler! *-*

Novos seguidores, sei que alguns de vocês estão aqui somente por conta dos sorteios, mas não se acanhem e digam um oi e suas opiniões, ok? Espero, de coração, ter seguidores verdadeiros aqui. 

~*~

Love for books always, Nina. 

You May Also Like

1 comentários

  1. Estava mesmo querendo ler esse livro, parece muito bom, mas meio triste né? Me lembrou Outlander (outro que estou doida pra ler! Aqueles malditos deram férias a série na melhor parte ¬¬ kk).
    E eu vi Um olhar do paraíso! Filme maravilhoso *-*
    Beijos!

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja LGBTQfóbico(a), racista ou machista. O mundo agradece :)
Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.

Torne o mundo um lugar melhor: não seja babaca :)



INSTAGRAM