Editado por Alice Gonçalves . Tecnologia do Blogger.

Projeto Cartas: uma carta sobre metas

by - fevereiro 19, 2018

Oi, você, tudo bem?

Eu começarei essa carta dizendo que, a cada ano que passa, coleciono cada vez menos metas pessoais. Passei quatro anos e meio numa faculdade sem saber qual era meu objetivo, além de saber que não queria fazer o que me era repetitivamente ensinado. Desde o início, procurei me afastar do óbvio. Eu tinha de fazer o óbvio, copiar o óbvio, repassar o óbvio - mas nada disso me fez perceber que meu desejo estava nele. 

Por ter passado tanto tempo sem conhecer o meu caminho, apenas sabendo qual era a minha jornada, nunca fui realmente capaz de traçar planejamentos efetivos. Tenho dificuldade em estabelecer o que quero - não porque não sei o que quero, mas porque quero muitas coisas ao mesmo tempo e, aí, me questiono: qual dessas coisas eu vou alcançar? 

Eu tenho tentado cumprir metas imediatas, nada como os planners que vemos por aí, que exibem metas mensais e até mesmo anuais. Eu gosto de pensar no hoje, em algo que posso controlar melhor. Saber que tenho afazeres diários me poupa de ficar pensando no que preciso concretizar daqui a dois meses. E se eu nem mesmo estiver mais aqui daqui dois meses?

O que posso desejar para hoje? é a minha meta. E tudo bem se não houver metas. Tudo bem se eu estiver cansada demais, triste demais, ansiosa demais. Tudo bem fingir que não existem metas para hoje. Tudo bem não saber o que desejar. 

Imagem: Brooke Shaden.

///

Quem me acompanha desde 2016, provavelmente, deve ter visto algumas cartas serem publicadas por aqui. Acontece que elas faziam parte do Twelve Letters Project, que acabou naquele mesmo ano. Mas, para a minha específica felicidade, a Karol e o Igor decidiram consolidar um projeto parecido, o Cartas

Como vai funcionar?
Todo dia 15, os participantes do projeto ficarão sabendo do tema mensal e terão os próximos dias para escrever e postar a carta. 

Quer participar? 
Passe em um dos blogs participantes no dia 15 de cada mês, escreva a sua carta e não esqueça de usar o banner do projeto em seu post. 
I. Leia as cartas da Karol e do Igor.

Love, Nina :)

You May Also Like

18 comentários

  1. Oii, Nina. Como sempre, amei <3
    Também não me dou bem com metas com prazos longos. Tenho grande dificuldade em cumprir tarefas então tudo que demanda muito tempo, me causa desespero. Aderi metas diárias e imediatas. Apesar de amar usar planner, eu planejo meu dia no começo do dia mesmo, com coisas que sei que estou disposta a fazer naquele dia, conforme a minha vontade para o dia. O amanhã cuidará do amanhã.
    Com o tempo a gente começa a organizar as coisas conforme o nosso ritmo, estipulando ou não metas.

    Amando ver você no projetinho também <33

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Interessante o projeto. Nunca tinha ouvido falar, mas acho que é uma chance legal dos seguidores nos conhecerem um pouco além das resenhas, tags e dicas, né? Muito legal!

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Nossa que legal essa sua carta, eu me identifiquei muito tenho que te confessar, são tantas metas que vamos traçando, tanta coisa que vamos falando que queremos e no fim, não queremos, é realmente bem legal. parabéns, adorei.

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Me identifiquei bastante com sua carta, me sinto como você em relação a metas e planos. Confesso que com trinta anos eu ainda não me encontrei e tento fazer isso dia após dia.
    Gostei bastante do projeto, vou dar uma olhadinha no tema de março.

    Beijos
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Que interessante esse projeto, acabamos por conhecer melhor quem está por trás do blog. Quem nunca se sentiu perdido que atire a primeira pedra. Acho que isso de metas tem a parte boa mas também a ruim, saber equilibrar é importante.Nenhum extremo é bom sabe?

    Bjs

    Fernanda Reads <3

    ResponderExcluir
  6. Adorei o projeto! Ainda não o conhecia. Confesso que fiquei curioso para saber quais serão os próximos temas.
    Se tratando de metas, sou um mestre em criar várias e não cumprir nenhuma. Mas tudo falta de vergonha na cara e preguiça. Preciso sair do meu comodismo esse ano! HAHAH Esse texto me fez chegar a essa conclusão.

    www.estupefaca.com.br

    ResponderExcluir
  7. Te entendo. Passei anos cursando uma faculdade que na época não era O que queria no momento.
    Mas tinha que estudar.
    Depois fui fazer enfermagem que também não era o que eu queria no momento, apesar de me identificar com muitas coisas do curso. Tanto que me formei e não trabalhei na área por anos.
    Somente ano passado que fui trabalhar na área.

    Concluindo.
    Hoje, mais madura, tenho alguns objetose e o mais importante, metas a cumprir.
    Então, isso varia desde um novo curso, à coisas como lista de leituras e afazeres. Eu uso planners, para mim funciona. Pois algumas metas são mais imediatas, outras são a longo prazo, mas que acompanho o desenvolvimento mensal, para ter certeza que não estou me desviando do meu propósito.
    Não irei participar do seu projeto no momento.
    Pois estou com dificuldades imensas de tempo para me locomover fora da minha rotina atua. Mas achei bem legal sua inciativa.

    Beijos e espero que possa voltar e ler coisas bem legais sobre o projeto.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  8. Olá! Que projeto bacana você está participando! E é ótimo vc simplesmente viver o hoje pois muitas vezes nos apegamos demais numa meta de longo prazo e esquecemos de simplesmente viver!
    Ótima carta !!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Que bacana esse projeto!
    Eu não sigo muitas regras, alias sou péssima em planejar principalmente em relação ao blog. Vou fazendo conforme vou tendo vontade e cumprindo com algumas coisas que me comprometi, fora isso a única meta que estou tentando colocar em prática é dar mais atenção aos inúmeros livros que tenho na estante e no meu Kindle. Infelizmente sou muito de comprar por impulso e agora preciso diminuir essas pendências. Até que estou curtindo conseguir colocar em prática.
    Penso que de obrigações já basta a correria do dia a dia né, então o resto deixo a vida ir me conduzindo.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Eu amei esse projeto. Preciso dizer que me identifiquei muito com a sua carta. Sempre tive dificuldades com metas, mas não por não ter sonhos ou não saber o que quero. É que, às vezes, quero tantas coisas ao mesmo tempo e vejo tantos caminhos possíveis que tenho dificuldade em estabelecer uma única meta. Ando me preocupando menos com isso e focando mais no presente, o clássico "viver um dia de cada vez".
    Amei a carta e, apesar de não planejar participar do projeto, vou tentar acompanhar os posts.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Gosto muito dessa ideia de escrevermos cartas para nós mesmos, gosto também de textos sobre metas, então, com certeza, gostei muito de conferir essa sua carta sobre metas. Torço para que seja bom participar desse projeto.

    ResponderExcluir
  12. oi Nina. primeira vez que leio um texto seu e achei agradável a leitura.
    quanto a metas, sou COACH e trabalho ajudando pessoas com esse tema e posso dizer: a questão não está em definir metas e sim em saber qual é seu objetivo ou seu propósito. a partir daí as metas vão surgindo como pequenas ações do dia a dia, semanais ou mensais e por aí vai...
    qual é o seu propósito de vida?

    ResponderExcluir
  13. Oi Tudo bem?
    Como sempre você me encanta com seu texto.
    Quem me dera ser uma pessoa adaptável a metas, mas parece que é simplesmente tentar fazê-las e darem errado pra mim.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Que projeto lindo! Eu adoro cartas e acho que é uma boa maneira de futuramente repensarmos nas coisas que fizemos, atitudes que tomamos etc. Eu adorei o projeto e espero acompanhar ele aqui, todo dia 15, parabéns por toda essa maturidade!

    ResponderExcluir
  15. Ola
    Cartas....projeto legal.
    Amo escrever sobre qualquer tema , é uma chance de se expressar de forma diferente, bem legal e desejo todo sucesso e muitas cartas....
    Espero que vc se encontre tambem, fazer algo de forma mecânica além de ruim é perda preciosa de um tempo que não volta.
    Desejo felicidades.
    Bjus

    ResponderExcluir
  16. Oi Nina! Tudo bem?
    Projeto bacana, achei super legal e interativo e até mesmo um pouco terapêutico! Quanto as metas, é de cada um saber como vai cumpri-las e se vai cumpri-las; Acredito que viver um dia de cada vez seja o mais efetivo, não que vc não possa ter metas, de alguma forma elas são importante, pois nos dão um norte, algo para onde ir e/ou seguir, para não se perder! Porém, transformar a vida em metas a ser cumprida, acho que não! Boa sorte nos seus projetos e nas suas "metas"!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Moça, acho que isso de "não saber o que quer" é coisa da nossa geração, eu mesma também não sei e todo mundo que conheço entre os 16 e 26 anos parece não saber também. Não sei como resolver isso e desconheço quem sabe também... O jeito é ir deixando a vida nos levar ¯\_(ツ)_/¯

    Toca da Lebre

    ResponderExcluir
  18. bacana a proposta do projeto... eu tbm ando pensando mais no hoje, sem me preocupar muito com o amanha, ao menos em algumas coisas referentes a vida... em outras eu até planejo, mas não coloco altas expectativas...
    bjs...

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pelo comentário, mas, para evitar passar vergonha na internet, por favor, não seja machista, LGBTQAfóbico(a), ou racista. O mundo agradece :)

Qualquer preconceito exposto está sujeito à remoção.

INSTAGRAM